segunda-feira, 30 de maio de 2016

Resenha: Exorcismos, amores e uma dose de blues – Eric Novello

Título: Exorcismos, amores e uma dose de blues
Autor: Eric Novello
Ano de lançamento: 2014
Editora: Gutenberg
Número de páginas: 336

Sinopse skoob:

Em uma cidade como Libertá, quem falha dificilmente consegue uma segunda chance. Por isso, é com um misto de excitação e desconfiança que Tiago Boanerges recebe a visita de seu antigo supervisor. Exorcista experiente, foi demitido do Conselho de Hórus – organização responsável por investigar o comportamento de seres sobrenaturais – após fracassar em uma missão. A proposta é atraente: concluir o trabalho para o qual foi designado e alcançar a redenção. Mas o preço é alto, pois terá de se aproximar novamente de um antigo amor, que não só lhe custou a carreira, como seu próprio coração. Em um cenário noir em que blues e fumaça permeiam um submundo de seres fantásticos, ele sai em busca da musa que arruinou sua vida. Mas antes precisará exorcizar seus próprios fantasmas se não quiser falhar mais uma vez e ver sua vida destruída para sempre.

  ______________________­_____|||_________________________

Então gente.... eu sei que abandonei o blog nesses dois últimos meses. Estava passando por muitas mudanças na minha vida profissional e agora que estou conseguindo dar uma respirada. Vai demorar um pouco ainda para entrar nos eixos, mas não deixarei o blog sem atualizar por tanto tempo mais! Só que eu não estava conseguindo ler quase nada e escrever resenhas estava sendo um martírio. Mas... estou de volta! \o/
 

Bom, vamos ao que interessa?? Resenhaaaaa! Escolhi um nacional lindo pra voltar à ativa! E também vai ter trilha sonora!



Preciso confessar a vocês que a primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro foi a capa. Minha gente, que capa mais linda é essa?? Sem dúvida é uma das mais lindas que entrou na minha estante nos últimos tempos – e me arriscaria a dizer que poderia ficar no top10 overall, qualquer dia faço esse top de capas aqui no blog!


sábado, 7 de maio de 2016

Projeto 7 de 7 2016: Tema Caminhos

Chegamos com o Projeto 7 de 7 do mês de maio! O tema desse mês é bem substrato, mas eu amo "caminhos", então adorei!!




Vamos ver minhas escolhas para o mês??

1. Caminho na chuva




2. Caminho para a praia




3. Caminho até nós...




4. Caminho na mata




5. Por que não, caminho no mato?




6. Caminho de árvores




7. Caminho de flores...



E aí, o que acharam dos meus muitos caminhos? Até o mês de junho!! :D

Não deixem de conferir o projeto nos outros blogs participantes!!

Samy =) 

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Projeto 7 de 7 2016: Tema Literatura

Lá vamos nós para mais um dia do Projeto 7 de 7! A cada dia 7 do mês 7 blogs postam 7 fotos do tema selecionado para aquele mês. O tema do mês de abril foi uma delícia para uma blogueira literária, né?




Vamos conferir as fotos, então?

1. Lendo no Parque

Não sei vocês, mas eu amo mato, natureza, árvores, praças arborizadas. Ler nesses lugares então, é tudo de bom! Só que esse dia eu era a fotógrafa. :D



terça-feira, 29 de março de 2016

Resenha de HQ: O Monstro, Lembranças – Fábio Coala

Título: O Monstro
Autor: Fábio Coala
Ano de lançamento: 2013
Editora: Jupati
Número de páginas: 240

Sinopse skoob:

Cuidado: este livro contém um monstro.

Na verdade, dependendo da interpretação, pode ter vários. Etimologicamente, a palavra vem do latim monstrum, e pode significar "mostrar", "advertir" ou até mesmo "segredo divino". Mas, o significado mais comum é "criatura abominável, deformada e cruel que vai arrancar sua cabeça e jogar futebol com ela", ou mais ou menos isso.
Não tenho medo de monstros. Descobri cedo que o mundo está cheio deles, inclusive dos mais abomináveis. Mas este livro não é sobre esses, é sobre o outro tipo, o que gosta de "mostrar" e "advertir". Um tipo mágico que, provavelmente, você já encontrou em algum momento da sua vida. Mas, se ainda não encontrou, não perca a esperança, pois uma das poucas certezas que tenho é que esses monstros existem.

  ___________________________|||__________________________

Bom... eu sou um pouco suspeita para falar porque adoro o trabalho do Coala em suas tirinhas – não conhece??? O que está esperando?? Clique aqui e delicie-se! – então quando me deparei com ele vendendo a HQ de história única do Monstro não resisti. Aliás, comprei os dois, já que era o lançamento do segundo volume.

O Monstro é... como eu posso dizer isso sem chocar vocês?... bom, um monstro. Sim. Ele é enorme, roxo, tem um olho azul, o outro verde e um narigão rosa. Eu mencionei as asinhas e o topete amarelo? Sim, tem isso também. E ele tem rabo.



(Gente, Gandalf fez questão absoluta de aparecer nesse post. Eu já tinha todo o esquema montado pras fotos, mas ele realmente quis. Então aguentem, tá?)

segunda-feira, 28 de março de 2016

Resenha: Jardim de Escuridão – Bianca Carvalho

Título: Jardim de Escuridão
Autora: Bianca Carvalho
Ano de lançamento: 2012
Editora: EraEclipse
Número de páginas: 308

Sinopse skoob:

"Todo dom pode ser uma bênção ou uma maldição..."

Quando Faith Connor recebe uma carta deixada por sua avó, após a morte da mesma, contendo um último pedido, ela não esperava que sua vida ganharia um rumo inesperado.
Detentora de um dom especial de compreender as flores, cujos significados lhe fornecem visões de acontecimentos futuros, ela atende o pedido da avó, levando uma flor especial a seu túmulo e acaba conhecendo Rowan Allers, um homem atormentado pela morte da irmã, assassinada por um serial killer.
Sentindo uma estranha conexão com aquela história, Faith o ajuda a investigar, sem nem saber que seus destinos estavam ligados de forma perigosa e até fatal.

  ___________________________|||_________________________

Quem leu a resenha de Versos Sombrios já percebeu que eu li a trilogia fora de ordem, certo? Jardim de Escuridão é o primeiro volume da Trilogia das Cartas da autora Bianca Carvalho publicada pela EraEclipse. Eu gostei do segundo volume, apesar de algumas coisas que me incomodaram.

Por acompanharmos três mulheres da mesma família – duas irmãs e uma prima – conhecemos as protagonistas dos próximos volumes. Então eu já tinha imaginado que gostaria mais do livro da Faith do que gostei do livro de Cailey. Nesse caso eu estava certa!


Foto retirada daqui.


sábado, 26 de março de 2016

Resenha: Seis Anos Depois – Harlan Coben

Título: Seis Anos Depois
Título original: Six Years
Autor: Harlan Coben
Ano de lançamento: 2013
Ano de lançamento no Brasil: 2014Editora: Arqueiro
Número de páginas: 267

Skoob

Sinopse skoob (contém spoilers, leia por própria conta e risco):

Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la.
Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos.
Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa.
Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Em Seis Anos Depois Harlan Coben usa todo o seu talento para criar uma trama sensacional sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde.

___________________________|||_________________________

Não é segredo para ninguém que adoro o Harlan Coben. Acho sua escrita muito gostosa e os livros bem instigantes. Já li vários deles e os meus favoritos são os da série Myron Bolitar. Quando vi o lançamento desse Seis Anos Depois fiquei bem curiosa. Comprei e enrolei para ler. O problema é que depois de comprar li dois livros do autor que não foram tão bons como de costume, então acabei desanimando um pouco o que levou à enrolação.

Mas veio o desafio Obverso Books e a necessidade de ler um romance policial, então aproveitei a deixa. Eu sempre leio policiais muito rapidamente. Como estou muito fraca nas leituras esse ano, foi ótimo poder dar um gás e agilizar um pouco.

 E afinal... foi bom ou não?



segunda-feira, 21 de março de 2016

Resenha: Haakon, Estações de Caça – Lauro Kociuba

Título: Haakon, Estações de Caça
Autor: Lauro Kociuba
Ano de lançamento: 2015
Editora: Lançamento Independente
Número de páginas: 95

Sinopse skoob:

Quatro experiências. Quatro episódios. Quatro estações. 
“Estações de Caça” conta a história de Haakon, um menino de linhagem nórdica no antigo Reino Unido do século X, em quatro fases distintas de sua infância. Ambientada no universo Alvor, com toques e requintes das mitologias nórdica e celta, o autor traz nesta novela uma nova experiência narrativa, diversificada em seus quatro episódios distintos.

  ___________________________|||_________________________

Desde a primeira vez que vi a capa de Alvores, Liga dos Artesãos, eu fiquei super curiosa para ler a obra do Lauro Kociuba. A falta de dinheiro e enrolação nossa do dia-a-dia me fizeram não ter essa chance ainda apesar de obra já estar na minha estante, esperando para ser lida , mas surgiu a oportunidade de ler a novela Haakon, Estações de Caça, que se passa no mesmo mundo de Alvores, mas não segue a mesma saga. Inclusive esse é um primeiro volume que provavelmente haverá seguimento, mas o final é independente e vocês podem ler sem medo de se comprometer com “mais uma série”.

Como é uma novela, bem mais curto que um romance tradicional, o autor precisa ir direto ao ponto, sem enrolações e  ambientações demasiadas. Muitas das dúvidas básicas que temos são sanadas apenas no decorrer da narrativa – enquanto já seriam abordadas mais prematuramente em um romance mais longo, com mais "páginas para gastar". 

Apesar disso, com suas 155 páginas (porque no skoob está 95? hehehehe), ficou muito mais longo do que estava programado para ser. Inicialmente seria apenas um conto com número bem limitado de palavras. Acabou “saindo do controle” e virando o que virou.


Peguei essa imagem no Google e veio daqui! Não sei quem é o autor. :(


Haakon é um garotinho viking e é sua vida que acompanhamos em Estações de Caça. Desde o início a história me prendeu bastante e foi com apreensão que acompanhei a vinda de Haakon ao mundo, seu crescimento e aventuras que envolvem bastante da mitologia nórdica e um tiquinho da mitologia celta. Os personagens foram relativamente bem desenvolvidos, considerando-se o número diminuto de páginas. Obviamente, Haakon foi o mais bem desenvolvido deles, mas temos uma boa noção da personalidade de seus pais, Ogar e Ellia. O meio-elfo Eol'badel foi uma adição bem vinda à obra dando um tom mais divertido a ela, mas sem recorrer à graça explícita.

Durante quase a totalidade do livro, temos bastante ação e as partes mais tranquilas são tão poucas que é justamente o tempo de respirar e partir para a próxima.

Enquanto A Liga dos Artesãos é uma fantasia urbana que se passa na Curitiba dos tempos atuais, Estações se passa em um vilarejo viking de uma época medieval, algo que me agrada muito.

Ler sobre vikings não foi novidade para mim, já que adoro a série infanto-juvenil Como Treinar Seu Dragão. Sempre adoro ler sobre esse povo, já que na cultura viking as mulheres não são relegadas ao interior das casas em afazeres domésticos, sendo guerreiras tão valentes quanto os homens – senão mais – mesmo em épocas medievais.

Vi muita gente falando que gostou mais de Haakon do que de A Liga. Espero muito em breve poder tirar minhas próprias conclusões a esse respeito! Considerando a escrita do Lauro aqui, independente de ser melhor ou pior, acredito que será muito boa! Então, que venha Alvores #1!



Samy =)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...